quinta-feira, 23 de junho de 2016

Livros favoritos

Oi, oii. Tudo bom com vocês?

Desde quando era criança, minha mãe me incentivava a ler. Ela comprava vários Gibis da "Turma da Mônica" e livrinhos de historinhas infantis.
Com o tempo, a vontade de ler foi crescendo e fui desenvolvendo o meu gosto, por determinados temas de livros. No início só lia os de romance, depois fui mudando e hoje em dia, basta a história me impressionar que compro. Outro detalhe é que já tentei ler, por meio de tablet, celular e computador, mas não me traz o mesmo ânimo que olhar a capa e ver a tonalidade das folhas. Fazer parte do livro, é a sensação que preciso ter, então só  leio os físicos.
Já que tenho tanto apresso assim, por livros e um dos motivos de eu ter criado o blog, foi pra compartilhar minhas experiências e falar do que gosto. Alguns livros se tornaram os meus favoritos e fizeram parte da minha história. Então, mostrarei pra vocês, os livros que mais gosto (até o momento).

A marca de uma lágrima - Pedro Bandeira


O autor do livro, conta a história de Isabel, uma garota que gosta de escrever poemas e é apaixonada, pelo namorado da sua melhor amiga. Ela, sem querer, acaba sendo a única testemunha do assassinato da diretora de sua escola. E aí, a história fica muito mais interessante.

Na adolescência (minha fase romântica rsrs) li este livro 3 vezes e em todas elas chorei (kkkk dramática). Tem um pouco de suspense nele, mas o romance prevalece.

Dom Casmurro - Machado de Assis


Difícil alguém que não conheça a história de Capitu, cresceu ao lado de Bentinho e se casou com ele, no final, fica sempre aquela pergunta: Capitu traiu ou não traiu Bentinho?.

Quando estava no terceiro ano do ensino médio, os professores o indicaram, porque era um dos livros que poderiam cair no ENEM. Ele foi bem baratinho, na época, comprei uma versão de bolso, em uma banca de jornal.  Enquanto algumas pessoas da classe, não chegaram a ler, achei muito legal. Depois, com 22 anos, o li novamente e o final é sempre duvidoso, pra mim, mas sempre acho que ela o traiu.

O visitante inesperado - Agatha Christie


Michael Starwedder atola seu carro em uma vala, em uma tarde fria. Ele procura ajuda por ali perto, em uma casa e se depara com uma mulher segurando uma arma, ao lado do marido morto, deficiente físico, Robert Warwick e ela confessa ser a culpada. Starwedder começa a se dedicar em fazer a investigação do crime, como um detetive amador, juntamente com o inspetor de polícia que gosta de citar poemas famosos. E, eles suspeitam que, na verdade, a viúva está encobrindo alguém.

Como eu amo, este livro, da Agatha (sem o sobrenome, porque já me sinto íntima kkkk). Este foi o primeiro livro de suspense que li, claro que depois o li de novo (rsrs).  A primeira vez, ficava tentando supor quem era o assassino, mas toda hora trocava de opção. Após este, passei a gostar mais, de livros com este tema.

A culpa é das estrelas - John Green


Mesmo que a medicina achasse um milagre o tumor de Hazel ter encolhido bastante, ela é uma paciente terminal, mas com a promessa de viver mais alguns anos. Ela conhece um garoto bonito, chamado Augustus Waters, no Grupo de Apoio a Crianças com Câncer. A partir daí, é só emoção.

Outra história difícil de não conhecer. Se você não leu o livro, viu o filme; se leu o livro, deve ter visto o filme também; mas se não leu o livro e não assistiu ao filme, alguém já te contou sobre essa história. Uma amiga o tinha e me emprestou, ia e voltava todos os dias da faculdade lendo, no ônibus. Me lembro que quando cheguei no último dia de leitura, porque sabia que ia termina-lo, sentei em um dos bancos do fundo do ônibus, pra se caso eu chorasse, ninguém visse. Ainda sim, tive que me conter muito, pra não cair aos prantos, mas só enxuguei as lágrimas do cantinho dos olhos.
É um livro dramático, mas não é "sofrido" tem bastante humor e isso fez com
que a leitura não fosse pesada. Depois que o li, comprei, tenho ele guardado, na minha  humilde coleção.

A lista de Brett - Lori Nelson Spielman


Brett Bohlinger é executiva de publicidade, tem um namorado e mora em um loft moderno, ou seja, parece ter a vida perfeita. Porém, tudo desaba, quando sua mãe morre e deixa um testamento, com uma ordem, dizendo que pra que ela recebesse a sua parte na herança, ela precisaria completar sua lista de sonhos (que escreveu na adolescência). Só que os seus desejos de adolescente, não tinham mais nada a ver com quem ela é agora, com trinta e quatro anos. E aí, começa sua jornada emocionante.

No ano passado, meu irmão me deu de presente. É um livro com uma leitura bem gostosa, com um pouquinho de drama, mas também com humor e romance. Enquanto lia, muitas vezes, fiquei nervosa, me coloquei no lugar da Brett e parecia que estava sentindo o que ela sentia.


Espero ver essa lista crescendo muito ainda e minha coleção também. Além desses, já li até que bastante livros, mas nenhum tão marcante, como esses que até me fazem lembrar de momentos, da minha vida.
Espero que tenham gostado.
Comentem aqui embaixo, se já leram algum.
Beijos <3

Nenhum comentário:

Postar um comentário